eduMedia – animações didáticas para ajudar as aulas

outubro 20, 2008

Todo mundo sabe que didática não é somente falar por horas na frente da sala. É preciso ferramentas de apoio, desde as clássicas e analógicas como livros e maquetes, até as mais modernas e digitais.

Nesse contexto, indicamos o site eduMedia, que faz um excelente trabalho de animações em Flash, com uma boa pitada de Actionscript, expondo de forma interativa muitos temas recorrentes nas aulas.

E melhor: disponível em 6 línguas.

http://www.edumedia-sciences.com/

Com o crescimento do ramo de infografia, vale a pena ficar ligado nessas referências (DaVinci já era mestre nessa arte). Principalmente para quem quer trabalhar com Flash.

Anúncios

Portfólio

outubro 5, 2008

Em um portfólio é muito importante mostrar o potencial, trabalhos e personalidade.

Para aqueles que querem montar um portfólio on-line e precisam de referências, aqui vai algumas sugestões:

– Alberto Cerriteño:  http://www.albertocerriteno.com/

-Jonathan Yuen:  http://www.jonathanyuen.com/

-Victor Sahate:  http://www.sahate.com.br/


Números da web

outubro 1, 2008
60%: Percentual de entrevistados que clica nos três primeiros resultados da busca, enquanto 80% revelaram não ir para a segunda página dos resultados, segundo estudos da WBI Brasil sobre a preferência dos cliques nas pesquisas feitas nos mecanismos de busca. Cem por cento dos entrevistados utilizam tais mecanismos, sendo o Google o preferido dos brasileiros, com mais de 90% das indicações.

92,16%: Total dos resultados que clicam nos resultados espontâneos ao pesquisar nos mecanismos de busca. Apenas 7,8% preferem clicar em links patrocinados.

25,6%: Total de brasileiros que utilizam a Internet através de conexão dial up (internet discada). Esse número subiu na medição do último período de um ano de 4,1 para 4,7 milhões usuários (aumento de 17% de setembro de 2006 para setembro de 2007). Segundo o Ibope NET/Ratings, há pelo menos dois anos o número de usuários dial up permanece a casa dos quatro milhões.  Além disso, a permanência na web dos usuários da Internet discada no Brasil também cresceu: eles passaram 12,1% mais tempo navegando via dial up, atingindo a média de 12 horas mensais.

30%: Estimativa da perda do tempo útil do funcionário com uso do e-mail corporativo para fins pessoais, bate-papo com amigos no MSN e acesso a sites não relacionados ao trabalho.

138 milhões: Estimativa total de domínios em todo o mundo. Deste montante, 73 milhões de domínios seriam “.com” e “.net”. O aumento anual na base total de domínios registrados foi de 31% até o final de julho de 2007.
Fonte: Revista Webdesign

A história da internet

setembro 26, 2008

Em 4 episódios, essa série do Discovery tem informações essenciais pra quem está no mercado on-line.

Veja mais aqui:
http://www.discoverybrasil.com/internet/


Monetização através do Twitter

setembro 17, 2008

Nova ferramenta para Twitter se propõe a fazer o microblog gerar e fazer girar dinheiro. Publicando anúncios na sua conta do Twitter, você pode ganhar um dinheirinho extra. E você, anunciante, pode publicar seu anúncio nas contas mais visitadas, ou mais “seguidas”.

Veja mais aqui:
http://twittad.com/


Falta preparo de empresas para mídias digitais

novembro 14, 2007

Levantamento da Accenture, consultoria global de gestão, tecnologia e tercerização, mostrou que, apesar das empresas reconhecerem a força da mídia digital, elas não estão prontas para lidar com os internautas.

De acordo com a pesquisa, realizada com 70 CEOs mundiais de empresas ligadas às áreas de mídia, sobre o papel de novos canais de comunicação para a promoção de seus produtos e serviços, 97% dos empresários acreditam que a propaganda do futuro está nas mãos dos consumidores que, cada vez mais, preferem utilizar mídias como a TV, a internet de banda larga e os celulares, informou o site InfoMoney.

O estudo apontou que 43% dos entrevistados acreditam que os modelos de anúncio feitos atualmente devem sofrer alterações drásticas nos próximos anos, em referência ao crescimento da publicidade na TV de banda larga (aposta de 22% dos anunciantes), internet (21%) e nos celulares (11%) e à queda das expectativas em relação aos anúncios em televisão aberta (33%) e a cabo (11%).

No entanto, as mesmas empresas que votam nas mudanças estão pouco preparadas para lidar com o cenário. O levantamento apurou que apenas 13% dos entrevistados responderam que estavam preparados. “Neste contexto, e para ganhar espaço no mercado, as empresas esperam gerar receitas ao oferecer uma experiência rica em vídeos e conteúdo”, explica o executivo responsável pela área de mídia e tecnologia da Accenture, Petronio Nogueira.

Os empresários entrevistados disseram estar preocupados em contar com pessoas que estejam dispostas a atuar neste novo cenário de negócios (25%), que sejam competentes (22%) e comprometidas (11%). “As empresas têm buscado novas maneiras de interagir com seus clientes.”

Retirado de http://diariodenatal.dnonline.com.br