eduMedia – animações didáticas para ajudar as aulas

outubro 20, 2008

Todo mundo sabe que didática não é somente falar por horas na frente da sala. É preciso ferramentas de apoio, desde as clássicas e analógicas como livros e maquetes, até as mais modernas e digitais.

Nesse contexto, indicamos o site eduMedia, que faz um excelente trabalho de animações em Flash, com uma boa pitada de Actionscript, expondo de forma interativa muitos temas recorrentes nas aulas.

E melhor: disponível em 6 línguas.

http://www.edumedia-sciences.com/

Com o crescimento do ramo de infografia, vale a pena ficar ligado nessas referências (DaVinci já era mestre nessa arte). Principalmente para quem quer trabalhar com Flash.

Anúncios

Celular que funciona como chave de carro

outubro 3, 2008
Protótipo

Essa será mais uma das funcionalidades integradas no celular em um futuro próximo.

Três empresas se uniram para desenvolver essa idéia, entre elas Nissan, NTT DoCoMo e Sharp. Desde 2002, a fabricante de carros Nissan, possui uma tecnologia sem fio que possibilita algumas ações a distância, como por exemplo, abrir e fechar a porta e até mesmo ligar e desligar o carro. Agora com essa união, as empresas têm trabalhado para colocar todas essas tecnologias em um celular.

“Já que celulares se tornam cada vez mais uma necessidade diária, a integração dessas tecnologias e o potencial de expansão relacionada à funcionalidade fizeram com que as três partes se unissem”, afirmam as empresas.

Por enquanto, o aparelho é só um protótipo, mas acredita-se de que em 2009 já seja distribuído comercialmente.

Fonte: Folha Online


Ferramentas de ubiqüidade (o que é isso?)

setembro 30, 2008

Ubiqüidade é a qualidade daquilo que está em toda parte, segundo o Wikipedia. Aquilo que você conhece como onipresença, provavelmente por causa da sua religião. Se Deus é onipresente, está em todos os lugares. Ou não.

Se a sua religião for o Google, então você está quase salvo. Isso porque eles vêm lançando algumas ferramentas para que sua vida digital não fique trancafiada, metade no computador do escritório e a outra metade em casa.

Outras ferramentas já vieram antes, mas o Google tem a manha de simplificar, facilitar e acima de tudo gratificar os serviços que cria.

Belos exemplos são o Google Docs, o GMail e a ferramenta Histórico da web, que armazena toda sua atividade no browser via Google.

Incrível? Não, apenas muito trabalho de desenvolvimento e compreensão das necessidades do usuário.

Aproveite os recursos que você tem para viver sua vida on-line livre de limitações.


Filmes em Flash Drive

setembro 30, 2008

Algumas distribuidoras já estão vendendo filmes em Flash Drive, com DRM e tudo. É o que aconteceu com o filme “Ghostbusters”, distribuído pela fabricante PNY.

Só nessa iniciativa tem 3 coisas legais:

  • Valorizar uma mídia inovadora
  • Distribuir filmes de forma mais democrática
  • Você ainda ganha um pendrive!


Otimização pra sites de busca: é mesmo tão necessário?

setembro 23, 2008

Os buscadores são importantes sim, e estão cada vez mais ocupando espaço no desenvolvimento de novos sites e aplicações para a web.

Os desenvolvedores estão cada vez mais atentos às meta-tags, palavras chave, textos alternativos, se o código está em UTF ou ISO, se o robô do Analytics está ou não lendo as páginas, etc.

Parece uma coisa sem fim. A cada dia surgem novos search masters. E com eles uma religião chamada Search Engine Optimization. Aí, como em toda bolha de novidade tecnológica, seu cliente resolve achar que aquilo é essencial.

Passa a ser ofensivo não aparecer entre os 3 primeiros na busca, por mais que o termo buscado seja comum.

Aí o cliente contrata uma consultoria em SEO pra resolver o problema. São os “otimizadores profissionais”. Eles te apresentam aquelew relatório bonitão, mostrando que tudo precisa ser mudado no site do cliente.

Então cabe ao desenvolvedor perder horas revendo tudo, refazendo o código com webstandarts, trocando Flash por HTML (afinal o maldito robô não faz indexação de conteúdo em Flash), perdendo todos os cabelos da cachola porque o SEO não tá legal.

Webstandarts são importantes sim, mas não podem ser uma religião. É possível (e preciso) quebrar regras técnicas para não engessar a criatividade de uma campanha on-line.

Mas depois de muito trabalho técnico desperdiçado, todo mundo percebe que o problema é no conteúdo do site. O texto não diz o que a empresa faz, o menu não leva onde o cliente quer, e por aí vai.

Resumindo: cuide do site do seu cliente pra que o conteúdo não seja monótono ou desatualizado. Fique atento ao modo como as pessoas navegam no site, e às críticas que o site recebe. Pensar, repensar e refazer faz parte do processo.

Se o seu site ou do seu cliente envelheceu, não fique triste. Isso quer dizer que o mundo mudou, que as coisas evoluíram pra melhor. O MP3 está aí, mas muita gente ainda gosta do vinil. Acima de tudo, não desvalorize o seu trabalho. Cuide da sua vitrolinha.

Fique de olho nas técnicas de otimizacão pra buscadores, mas não deixe que isso atrapalhe o desenvolvimento. SEO é só mais uma ferramenta disponível para o sucesso do seu trabalho on-line.

Cuide do conteúdo, porque no final, o seu site vai ser lido por pessoas, e não por robôs.


Busca por áudio? Tinha de ser o Google

setembro 17, 2008

Tinha de ser o Google de novo. O grande oráculo da web agora lança hoje em versão Beta, sua busca por áudio. O sistema chamado GAUDI (Google Áudio Indexing) é uma ferramenta que busca por palavras no áudio dos vídeos do Youtube. Alguns erros ainda acontecem, como a confusão entre as palavras “Free” e “Forty”.

Uma marcação em amarelo sinaliza na linha do tempo, em que momento do vídeo a palavra é pronunciada.

Por enquanto o sistema está disponível apenas nos vídeos relativos a campanhas eleitorais americanas, mas após correções o serviço deve se estender a outros conteúdos.

Eu me pergunto o que acontecerá com vídeo clipes, onde as palavras cantadas perdem muito de sua pronúncia original. Me pergunto ainda como ficaria a leitura de áudio em um clipe do Sepultura. Impossível pra humanos, pior ainda pra softwares.

Pelo menos aproveitaram a deixa pra homenagear o artista espanhol.

Aqui está o link para o serviço Google Gaudi:
http://labs.google.com/gaudi

Abraços e até mais!


Novas fontes para Windows Vista

setembro 17, 2008

Pelo menos uma vantagem do novo Windows Vista: a Microsoft está lançando junto com o pacote do sistema operacional, algumas fontes de letra novas, que vem para substituir outras mais antigas como Arial, Verdana e Tahoma. essas fontes são as mais usadas em websites, por sua alta legibilidade mesmo sem o uso do recurso de suavização de serrilhados, chamado “anti-alias”.

As novas fontes já usam o formato Opentype, que permite maior portabilidade entre os diversos sistemas operacionais, além de habilitar no Windows o recurso ClearType de renderização de fontes. Isso foi um grande atraso da Microsoft, uma vez que a Apple já usa o mesmo tipo de renderização há bem mais de 5 anos, desde a primeira versão do OSX.

Algumas das novas fontes do pacote Vista:

Aqui você encontra instruções de como habilitar o recurso ClearType no seu Windows XP
http://www.microsoft.com/typography/cleartype/tuner/step1.aspx

Até mais!