Otimização pra sites de busca: é mesmo tão necessário?

setembro 23, 2008

Os buscadores são importantes sim, e estão cada vez mais ocupando espaço no desenvolvimento de novos sites e aplicações para a web.

Os desenvolvedores estão cada vez mais atentos às meta-tags, palavras chave, textos alternativos, se o código está em UTF ou ISO, se o robô do Analytics está ou não lendo as páginas, etc.

Parece uma coisa sem fim. A cada dia surgem novos search masters. E com eles uma religião chamada Search Engine Optimization. Aí, como em toda bolha de novidade tecnológica, seu cliente resolve achar que aquilo é essencial.

Passa a ser ofensivo não aparecer entre os 3 primeiros na busca, por mais que o termo buscado seja comum.

Aí o cliente contrata uma consultoria em SEO pra resolver o problema. São os “otimizadores profissionais”. Eles te apresentam aquelew relatório bonitão, mostrando que tudo precisa ser mudado no site do cliente.

Então cabe ao desenvolvedor perder horas revendo tudo, refazendo o código com webstandarts, trocando Flash por HTML (afinal o maldito robô não faz indexação de conteúdo em Flash), perdendo todos os cabelos da cachola porque o SEO não tá legal.

Webstandarts são importantes sim, mas não podem ser uma religião. É possível (e preciso) quebrar regras técnicas para não engessar a criatividade de uma campanha on-line.

Mas depois de muito trabalho técnico desperdiçado, todo mundo percebe que o problema é no conteúdo do site. O texto não diz o que a empresa faz, o menu não leva onde o cliente quer, e por aí vai.

Resumindo: cuide do site do seu cliente pra que o conteúdo não seja monótono ou desatualizado. Fique atento ao modo como as pessoas navegam no site, e às críticas que o site recebe. Pensar, repensar e refazer faz parte do processo.

Se o seu site ou do seu cliente envelheceu, não fique triste. Isso quer dizer que o mundo mudou, que as coisas evoluíram pra melhor. O MP3 está aí, mas muita gente ainda gosta do vinil. Acima de tudo, não desvalorize o seu trabalho. Cuide da sua vitrolinha.

Fique de olho nas técnicas de otimizacão pra buscadores, mas não deixe que isso atrapalhe o desenvolvimento. SEO é só mais uma ferramenta disponível para o sucesso do seu trabalho on-line.

Cuide do conteúdo, porque no final, o seu site vai ser lido por pessoas, e não por robôs.


Falta preparo de empresas para mídias digitais

novembro 14, 2007

Levantamento da Accenture, consultoria global de gestão, tecnologia e tercerização, mostrou que, apesar das empresas reconhecerem a força da mídia digital, elas não estão prontas para lidar com os internautas.

De acordo com a pesquisa, realizada com 70 CEOs mundiais de empresas ligadas às áreas de mídia, sobre o papel de novos canais de comunicação para a promoção de seus produtos e serviços, 97% dos empresários acreditam que a propaganda do futuro está nas mãos dos consumidores que, cada vez mais, preferem utilizar mídias como a TV, a internet de banda larga e os celulares, informou o site InfoMoney.

O estudo apontou que 43% dos entrevistados acreditam que os modelos de anúncio feitos atualmente devem sofrer alterações drásticas nos próximos anos, em referência ao crescimento da publicidade na TV de banda larga (aposta de 22% dos anunciantes), internet (21%) e nos celulares (11%) e à queda das expectativas em relação aos anúncios em televisão aberta (33%) e a cabo (11%).

No entanto, as mesmas empresas que votam nas mudanças estão pouco preparadas para lidar com o cenário. O levantamento apurou que apenas 13% dos entrevistados responderam que estavam preparados. “Neste contexto, e para ganhar espaço no mercado, as empresas esperam gerar receitas ao oferecer uma experiência rica em vídeos e conteúdo”, explica o executivo responsável pela área de mídia e tecnologia da Accenture, Petronio Nogueira.

Os empresários entrevistados disseram estar preocupados em contar com pessoas que estejam dispostas a atuar neste novo cenário de negócios (25%), que sejam competentes (22%) e comprometidas (11%). “As empresas têm buscado novas maneiras de interagir com seus clientes.”

Retirado de http://diariodenatal.dnonline.com.br